Tireoide: sintomas e cuidados com a alimentação

Responsável pela produção dos hormônios triiodotironina (T3) e tiroxina (T4), a tireoide é uma glândula endócrina localizada próximo à garganta. De acordo com o Indatir – Instituto da Tireoide, sua função consiste em manter o desempenho de todas as células do corpo e o equilíbrio metabólico do organismo. O mau funcionamento da glândula pode causar algumas doenças.

Quando os níveis hormonais estão abaixo do normal, o indivíduo pode desenvolver o hipotireoidismo. Os sintomas são aumento de peso, cansaço, pele seca e sonolência. Quando em excesso, é denominado como hipertireoidismo, que causa irritabilidade, queda de cabelo, tremores nas mãos, ansiedade e perda de peso.

Outro distúrbio causado pela tireoide são os nódulos no pescoço, que segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, 5% se transformam em cancerígenos. É importante salientar que os sintomas citados também são comuns em outros tipos de doença. Caso você note a presença de um nódulo no pescoço, procure um endocrinologista para fazer o tratamento adequado. Mas, de qualquer forma, se sentir desconforto, recorra a ajuda médica.

Alimentação

Além dos medicamentos, você pode regular a tireoide de outra forma para que ela tenha um bom funcionamento e evite as doenças. A alimentação é um exemplo. Consumir nutrientes como ferro, zinco, iodo e selênio são ótimas opções, pois eles auxiliam diretamente na produção dos hormônios T3 e T4.

Você pode encontrar os nutrientes necessários no sal iodado ou marinho; algas e peixes; sementes de linhaça, chia e abóbora; gema do ovo; abacate, laranja e morango; leite e derivados; castanhas e em carne vermelha.

Já os alimentos que prejudicam a tireoide estão nos industrializados; soja e derivados; açúcar; massas de bolos e pães; e o consumo de verduras cruas diariamente, como repolho, espinafre, couve e brócolis.

Cuide da sua tireoide e viva cada vez melhor.