Qual o papel da agricultura na sustentabilidade?

Você já parou para pensar quantos recursos naturais são gastos para a produção de alimentos? E quanto desses alimentos são desperdiçados, seja no transporte inadequado ou por não ser preservado de forma correta em casa acaba, tendo o lixo como destino? De acordo com a ONU, o mundo desperdiça, por ano, 1,3 bilhão de tonelada de alimentos. Diante desse cenário, a agricultura sustentável é um ótimo caminho para o meio ambiente e para a vida do planeta em geral.

A agricultura sustentável é aquela que respeita o meio ambiente, é justa do ponto de vista social e consegue ser economicamente viável. Para ser classificada como sustentável, a agricultura deve assegurar, às futuras gerações, a capacidade de sustentar as necessidades, além de garantir a qualidade de vida no planeta. Ou seja, é preciso atender às carências alimentares da população no presente, sem prejudicar o futuro dos seres humanos, para que possam suprir as suas próprias demandas.

Os produtores, processadores de alimentos, distribuidores, varejistas e consumidores são capazes de garantir um sistema agrícola sustentável. Os produtores, por exemplo, podem usar métodos para assegurar a saúde do solo e minimizar os níveis de poluição na fazenda.

Consumidores e varejistas

Os consumidores e varejistas possuem um grande papel na agricultura sustentável. Ao buscarem alimentos produzidos por meio do bem-estar dos trabalhadores, fortalecimento da economia local e dentro dos parâmetros de respeito ao meio ambiente, aumentam as chances de consumo consciente.

Segundo a pesquisa “Sustentabilidade: O impacto no hábito dos brasileiros e das marcas”, realizada pela FGV, em parceria com a empresa Toluna, 75% da população mudou a forma de consumo pela preocupação com a preservação do planeta. O estudo ainda revela que 70% afirmaram a mudança para o próprio bem-estar e 65% revelaram temor pelas gerações futuras.

Agricultura sustentável no Brasil

A pesquisa acima mostra que a preocupação com a sustentabilidade tem aumentado e é uma tendência irreversível. Conforme a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a agricultura brasileira está cada vez mais engajada, de forma segura, à sustentabilidade. O país tem feito o uso de diversas tecnologias e sistemas de produção sustentável em áreas de cultivo para evitar o desmatamento de florestas e áreas de matas nativas.

Como o trabalho não é feito sozinho, a população precisa fazer a sua parte, por meio do consumo consciente, para colher os benefícios e permitir que as futuras gerações também tenham essa oportunidade. Se você não sabe por onde começar, temos uma dica: evite o desperdício de comida. Uma das formas de evitar o desperdício e conservar os alimentos. Sobre isso, temos um artigo que fala exatamente como fazer para conservar os alimentos por mais tempo. Clique aqui e descubra.