Frio & Fome

Sabe aquela sensação de quanto mais frio, mais fome? Não é só sensação, é fato! Nosso organismo, sabiamente nos prepara para os dias mais frios acumulando nutrientes e isso só é possível via alimentos. A mensagem enviada pelo cérebro é: coma mais! Essa fome voraz precisa ser combatida, na verdade, interpretada, pois não basta carregar o organismo com peso no estômago. A demanda por gasto calórico para manter nossa temperatura estável, pede cuidado com a ingestão de nutrientes importantes, que irão nos manter saudáveis e bem dispostos durante o Inverno.
O volume mais interessante é o da informação e da criatividade. Se as folhas não nos seduzem como aconteciam no verão, porque a salada parece gelada demais, bom lembrar que boa parte delas dá para servir refogadas e quentinhas. Brócolis, couve-flor, couve, acelga, cenoura relada e agrião estão entre os vegetais que ficam deliciosos quando refogados em alho poró e servidos em seguida. E nada de esquecer das frutas da estação, como morango, laranja e maçã, pera, que irão reforçara nossa imunidade contra os resfriados e gripes.
Pratos quentes podem vir sozinhos (como os caldos) ou muito bem acompanhados: um caldo de entrada seguido do prato do dia. Isso ajuda o organismo a fazer a troca saudável de calor, sem aquela sensação de peso no estômago por comer demais. Outra dica é incrementar o cardápio com arroz integral, painço, quinoa e não usar vários ingredientes ricos em carboidratos numa mesma receita (arroz, batata, mandioca e macarrão).