Como surgiu a tradição do ovo de Páscoa?

Amanhã celebramos a Páscoa. Para os cristãos, a celebração é uma das mais importantes, pois relata a ressureição de Jesus Cristo. Para outras pessoas, é dia de aproveitar a família, com uma mesa farta de receitas salgadas e doces. Já para as crianças, é o momento de saborear os ovos de chocolate que o coelhinho deixou. Mas como e onde surgiu a tradição dos ovos de Páscoa? Venha com a gente conhecer essa história.

Presentear amigos ou familiares com ovos é uma tradição muito antiga. Segundo Rafael Colavite, professor de História e cientista social, “existem registros da Era Antiga, tanto no ocidente quanto no oriente, em que o ovo, por simbolizar a vida, depois de cozido e decorado, é dado como presente em algumas épocas específicas do ano. No caso, na passagem do inverno para a primavera”.

Assim como o ovo, que além de representar o ciclo da vida, força e vitalidade, o famoso coelhinho da Páscoa também possui um histórico antigo. Neste caso, como o animal consegue se reproduzir com mais frequência, ele simboliza a fertilidade. Portanto, a figura do coelho era marcante nas festividades da antiguidade.

E os ovos de chocolate?

Não se sabe, ao certo, quando o chocolate foi introduzido na tradição dos ovos. Mas alguns relatos mostram que foi durante o século XIX. “Os franceses foram os primeiros a utilizar chocolate para confeccionar presentes de Páscoa. O chocolate, trazido para a Europa pelos espanhóis, era tido como sagrado entre os astecas. No processo inicial, os ovos de galinha eram recheados de chocolate após serem esvaziados. Também existia o costume de pintar as unidades”, explica Colavite.

Outro ponto que reforça a cultura do ovo de Páscoa está no período quaresmal, em que os cristãos evitam o consumo de carne com frequência. Segundo o historiador, “em algumas épocas essa proibição se estendeu ao ovo, o que impossibilitou o ato de presentear as pessoas queridas com ovos de galinha decorados. Para contornar essa proibição, eram feitos ovos de chocolate, que depois surgiu com muita força, especialmente no Brasil, quando o chocolate se tornou acessível à população em geral.”

Curiosidades

Se no Brasil a predominância são os ovos de chocolate, em outros países, a data é comemorada de outras formas. Veja alguns exemplos abaixo:

– No México, durante a Páscoa, os ovos de galinha são esvaziados, limpados, recheados com confete e são fechados com uma fita. Depois é feita uma competição. Quem for atingido na cabeça por um ovo recebe boa sorte. Para quem não deseja participar da tradição, pode rechear os ovos com doces ou pequenos brinquedos para as crianças.

– Já na Alemanha, a Páscoa é comemorada juntamente com o início da primavera. O costume é decorar as árvores com ovos de galinha esvaziados e desenhados. Apesar de muitas pessoas já terem abandonado a tradição, alguns ainda a levam a sério. É o caso de um alemão de 76 anos, que desde 2012, com a ajuda da família, coloriu mais de 10 mil ovos para pendurar na macieira, em seu jardim. O fato virou notícia e chamou a atenção de muitos curiosos.

– Por fim, na Escócia, a diversão fica por conta dos ovos cozidos e coloridos. As crianças se reúnem para disputar uma corrida, em que rolam seus ovos ladeira abaixo. O ovo que percorrer o trajeto mais longe sem quebrar é o ganhador.

Agora que você conhece a história dos ovos de Páscoa e algumas curiosidades, além de aproveitar o momento em família, que tal contar aos filhos como a tradição surgiu?