Como a alimentação pode ajudar às mulheres?

Trabalho, estudo, cuidado com a casa e filhos. Essa é a realidade de muitas mulheres. Diante de um cenário com tantas tarefas ao longo do dia, muitas não conseguem tirar aquele tempinho para cuidarem de si mesmas e da alimentação.

Por falar em alimentação, não é novidade para ninguém que optar por uma comida saudável, como o próprio nome diz, proporciona muitos benefícios à saúde. Quando o assunto são vitaminas e proteínas, o organismo feminino precisa de algumas necessidades nutricionais específicas.

Portanto, hoje vamos conhecer os alimentos mais indicados para o bem-estar das mulheres em diversas fases da vida. Venha com a gente!

TPM

A famosa tensão pré-menstrual causa diversas reações no corpo feminino. Inchaços, compulsão por chocolate, cólicas, irritação, dores nos seios ou de cabeça são alguns desses sintomas. Para evitar ou tentar amenizar os desconfortos nesse período, alguns alimentos são essenciais, como frutas, sementes de chia, atum, chá de camomila etc. Nós temos um conteúdo voltado somente para a TPM, para saber mais, clique aqui.

Menopausa

As mulheres costumam entrar na menopausa entre os 45 e 55 anos. Como cada organismo reage de uma maneira diferente, algumas podem sentir os sintomas antes ou depois dessa idade. A nova fase é marcada pela queda no estrogênio – um importante hormônio sexual que age sobre as células, anatomia e também sobre o comportamento feminino.

Na menopausa, a mulher pode sentir muitos desconfortos: ondas de calor com frequência, insônia, ansiedade, aumento de peso, cansaço e sensibilidade nas mamas. Portanto, alguns alimentos são recomendados, como sementes, óleo de coco, soja, arroz integral, aveia, brócolis, couve-flor, peito de frango, entre outros.

Como nessa fase os hormônios estão em baixa, há grandes riscos de surgirem a osteoporose e a osteopenia, enfermidades que causam o enfraquecimento dos ossos. Segundo a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), uma em cada três mulheres desenvolvem a doença após a menopausa. Nesse caso, o consumo de leite, iogurte, queijos, sardinha, amêndoa e castanha-do-Pará são grandes aliados.

Retenção de líquidos

Infelizmente, algumas mulheres sofrem com a retenção de líquidos do corpo. Sendo assim, acumulam líquidos nas mãos, pernas e pés. Para evitar essa deficiência metabólica, a ingestão de chá é bem-vinda. Entre as opções estão os chás verde, branco, hibisco, quebra-pedra e cabelo de milho. O chá com cafeína também pode ajudar. Além de aumentar as idas ao banheiro, reduz o inchaço e limpa o organismo.

Funcionamento do intestino

Não é todo dia que nosso reloginho biológico funciona corretamente. Com o intestino um pouco mais preguiçoso, alguns desconfortos podem surgir. Irritabilidade, estresse, dor e inchaço são comuns nessa situação. Para evitar ou diminuir a constipação, a alimentação saudável é um bom caminho. Sendo assim, as mulheres podem consumir cereais integrais, sementes, mamão, ameixa preta, tangerina, laranja, damasco, sucos e bastante água.

Anemia

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a anemia é a falta de glóbulos vermelhos no sangue – elemento responsável por transportar oxigênio para diversos órgãos e tecidos. A doença pode surgir quando há falta de nutrientes, como ferro, zinco, vitaminas B12 e proteínas no corpo, sendo a ausência de ferro a mais comum. Para combatê-la, alguns alimentos são sugeridos: carnes vermelhas (principalmente fígado), frango, peixe, feijão, folhas verde-escuras, beterraba, frutas cítricas, tomate, gema de ovo e outros.

Por fim, não se esqueça: para uma vida mais saudável, as mulheres não só devem mudar os hábitos alimentares, mas também praticar exercícios físicos para ter mais disposição e energia.